24
Mai 12



Não existem dúvidas, a paixão é, para alguém que se preze, um perigo sem igual. Ora vejamos, provoca palpitações no coração (algo também conhecido pelo assustador nome de taquicardia!), entorpece o nosso raciocínio (ou seja, fazemos mais vezes figura de parvos!), faz-nos sentir algo parecido com “borboletas” no estômago (portanto deixamos de comer, preocupante!) e, em casos realmente agudos, pode ainda causar excesso de transpiração (nem comento…) e alterações de humor (que ninguém merece aturar!).
Tudo isto se confirma, certo? Portanto, alguém que me explique como é que é possível que este terrível Mal ande à solta, seja recomendado e, não raras as vezes e as lágrimas, nos deixe altamente felizes!

Paixões à Solta é uma narrativa hilariante, com um enredo atribulado e personagens absolutamente genuínas que nos cativam do princípio ao fim. Amor e morte, risos e lágrimas, surpresas e segredos, são apenas alguns dos factores que contribuem para que, num curto espaço de tempo, nos vejamos emaranhados em situações peculiares neste livro onde tudo é possível.
Jill Mansell tem um humor muito próprio com o qual já me sinto familiarizada mas, por incrível que pareça, conseguiu uma vez mais surpreender-me pela positiva. A sua imaginação prodigiosa, acompanhada de uma escrita satírica e diálogos absolutamente mordazes, que fazem as (...)

Para seguir no blogue As Histórias de Elphaba.

publicado por saidaemergencia às 17:27

Novidades