24
Jan 12

Amor_es_tu.jpg - 180x269 - 62.82 kb

Do amor romântico e do amor destrutivo. Do amor terno e do amor obsessivo. Do amor que fascina, do amor que dói, do amor que domina e do que apela à submissão. De todas estas e de muitas mais formas de amar tratam os poemas que constituem este livro que, breve nas suas dimensões, tem todo um mundo de formas, de imagens - e de emoções, claro - para explorar.
Há, na poesia de João Negreiros, uma voz muito própria. A forma como jogos de palavras se insinuam, as imagens normais que se cruzam com possibilidades que, porque improváveis, imediatamente se projectam na memória e a forma como o sentimento se apresenta, desde a simplicidade de uma palavra terna à complexidade que percorre toda uma vida em alguns versos, fazem de cada poema todo um mundo a descobrir. Há sentidos imediatos e significados que se insinuam aos poucos. Há uma vastidão de (...)

Para seguir no blogue As Leituras do Corvo.

publicado por saidaemergencia às 15:31

Novidades